Campeonato Nacional de Kungfu Tradicional 2016

Teve lugar nos passados dias 26 & 27 de Novembro na cidade de Arouca, o Campeonato de Nacional de Kungfu Tradicional 2016. Em primeiro lugar os Parabéns a todos os atletas esperanças e seniores que representaram a AAMYP e em especial os medalhados, Vice-campeões Nacionais e Campeão Nacional.

Os parabéns também para o esforço do conselho de arbitragem da FPAMC em trazer de facto competição tradicional para as provas nacionais. Já existiram alguns sinais positivos de um novo rumo para a clarificação das diferentes categorias de competição. Embora ainda se compita com Wushu Moderno no Campeonato de Kungfu Tradicional, tal apenas se torna tolerável devido à pequena população de atletas e respectivas associações, sem as quais provavelmente não haveria sequer competição.

No entanto penso que também as associações e respectivos treinadores de Wushu Moderno terão de ser mais humildes e se querem competir nestas categorias ditas de Kungfu Tradicional, deverão de treinar os seus atletas com formas tradicionais e não apenas de nomenclatura dita “tradicional”. Assim os árbitros avaliariam comportamentos homogéneos entre atletas sendo mais fácil aplicar os critérios de avaliação. Seria o exigido a qualquer atleta de Kungfu Tradicional que quisesse competir em Wushu Moderno.

As artes marciais não são apenas desporto, também são moral e ética e não apenas medalhas. Toda a filosofia oriental que muito se apregoa nas artes marciais chinesas, fica na gaveta nestas alturas. No final ficamos todos mais pobres e fracos, a imagem que sai é de uma Federação sem expressão nacional na sua principal missão.

Esperemos que continuem as reformas dos órgãos, mas também da mentalidade há muito instituída.

Boa Sorte!