O Qigong da Bola Taiji

O uso de bolas no treino das artes marciais chinesas, sempre foi comum. As bolas usadas podiam no entanto ter tamanhos muito diferentes e serem feitas de materiais distintos.

Consoante os objetivos do treino, as bolas podiam ser pequenas para caberem na palma da mão, usadas para condicionar os dedos e até para fins terapêuticos como as artroses. Podiam ser maiores, como bolas de basquete, usadas para fortalecer a coluna e desenvolverem as técnicas de cada sistema, como o Tuishou “As mãos que empurram” do Taijiquan ou o Panshou “As mãos de ponte” do Grou Branco – Baihequan.

Algumas bolas eram penduradas por uma corrente no teto, para praticar a dois ou então assentes numa espécie de bacia para que pudessem ser manipuladas pelos praticantes. Os materiais podiam ser a madeira, o metal, mas também a pedra como o mármore. A prática podia também ser executada dentro de água para facilitar a adaptação do praticante ao peso.

O Qigong da Bola Taiji, designa o treino que procura desenvolver o Qi através do uso da bola. A bola existe fisicamente ou não nas mãos, mas também existe no corpo, será formada pelo Dantian (baixo ventre). As técnicas seguem a filosofia Daoista do Taiji. Todas as técnicas existem em simetria, esquerda direita, sentido horário e inverso, yin & yang.

Este treino pode beneficiar o praticantes das artes marciais, mas também aquele que procura fortalecer o tronco, coluna vertebral e potenciar a circulação do Qi, melhorando assim a sua saúde.

Formação com início em Março 2016

Informações e Inscrições

www.ymaaportugal.com